8 Filmes gravados no Lago de Como, no norte da Itália

Lago de Como na Itália

Embarcas connosco nesta viagem pelos filmes gravados no Lago de Como na Itália? Há muitas obras por descobrir de Star Wars a James Bond.

São vários os filmes gravados no Lago de Como na Itália, mas temos a certeza que esse é o facto desconhecido por muitos amantes de viagens e de cine-turismo na Itália. Apesar de ser um local bastante atrativo para as celebridades – George Clooney tem um vila nesta região, assim como o casal multimilionário Chiara Ferragni e Fedez -, nem todos associam a presença de vastos lagos, escondidos no meio de montanhas rodeadas por neve, à Itália, ou sequer, à sétima arte neste país.

Na verdade, quando pensamos na Itália e mais especificamente nos filmes gravados em Itália, a cultura popular criou um maior fanatismo pelo sul da península. Mesmo que nos últimos anos tenham sido feitos mais e mais filmes hollywoodescos um pouco por todo o país, este não é somente um pensamento dos estrangeiros, como também dos próprios italianos. A Itália cinematográfica é idealizada pelo calor, da sua Roma e Napóles, e até pelas figuras de Marcello Mastroianni e Sophia Loren nas suas comédias no tão solarengo sul. Aparentemente esse sul ganhava uma outra dimensão, mais leve em oposição à frieza do norte, que embora igualmente fragilizado no período do pós-Segunda Guerra Mundial, foi durante anos associado a um cinema menos sensacionalista.

Lago de Como
Lago de Como no norte de Itália © lavidaesmara

Não quer isto dizer que o norte foi esquecido e, longe de generalizações porque muitos cineastas italianos continuaram a filmar no norte e o norte num sentido de escape. De qualquer maneira, temos narrativas mais densas, abordando questões como a migração dos italianos do sul para o norte, a revolução industrial em Milão, como metrópole, ou os problemas burgueses da sociedade veneziana. São os casos de Vittorio De Sica, de Roberto Rossellini ou de Luchino Visconti, que passaram as suas tramas para as regiões nortenhas de Itália nos momentos em que era necessário desmistificar dicotomias e comportamentos entre os pólos daquela nação.

Nos últimos anos, a presença dos lagos italianos e em específico do Lago de Como no cinema cresceu e remete imediatamente o espectador para uma ideia de charme – sempre foi aliás um local de escape preferido da burguesia milanesa. Os filmes gravados no Lago de Como no norte de Itália são obras com personagens sumptuosas, seres poderosos que parecem viver no Olimpo. Já dizia Robin Williams: “Quando olhas para o céu sobre o Lago de Como, fica claro que Deus existe.” Como, a principal cidade do icónico lago em Y, as aldeias e as cidades nas redondezas do lago estão repletas de história e, como tal, o município de Como lançou numerosas iniciativas para promover o turismo cinematográfico na área.

Villa del Balbianello
A Villa del Balbianello no Lago de Como, em Itália © lavidaesmara

O Lago de Como como cenário cinematográfico transporta-nos para mundos galácticos, para um local que os comuns dos mortais dificilmente conhecerá. Já foi também o belíssimo set de filmes de espionagem, de agentes secretos que procuram respostas para as suas crises existenciais e românticas. Consegues adivinhar quais os principais filmes gravados no Lago de Como? Segue a leitura deste nosso artigo e alguns dos títulos.

1. “The Pleasure Garden” (1925), de Alfred Hitchcock

Começamos com um dos filmes do cinema mudo de Alfred Hitchcock. A obra que pode ser visto na íntegra no vídeo acima conta a história de Patsy Brand (Virginia Valli), uma dançarina do teatro “Pleasure Garden“, que acaba por se casar com o multimilionário Levett (Miles Mander), e acaba por conhecer a namorada de um amigo dele, a Jill (Carmelita Geraghty). As mulheres acabaram por tornar-se amigas e iniciar uma viagem que irá ser marcada pela solidão, pela amizade e até pelas suas relações com os amores das suas vidas.

O cineasta já conhecia o Lago de Como e era um admirador do local, onde rodou parte dos exteriores deste filme. No entanto, foram dias com muitos imprevistos, porque a rodagem do filme foi afetada por uma forte tempestade na zona. Entre os locais utilizados para a rodagem contam-se a Villa d’Este, a Ilha Comacina e a vila de Nesso.

Nesso ganhou um lugar especial no coração de Hitchcock, pela cascata que existe no centro da vila, e que serviria de tour romântico para as personagens do seu filme. Em breve falaremos de Nesso e do seu encanto.

2. “Esposos Perante Deus” (1941), de Mario Camerini

É um dos maiores acontecimentos da literatura e um marco importante na representação da História de Itália. Baseado no romance “Os Noivos” (I Promessi Sposi, no original), este filme de Alessandro Manzoni (também ele um autor nascido e criado na Lombardia) segue uma das histórias de amor mais importantes do último século pela forma como decifra complexamente os costumes da sociedade italiana de Milão e do Lago de Como.

Apesar de ser um filme relativamente datado, sobretudo na forma como os espaços já se alteraram pela passagem do tempo, como aconteceu obviamente com o filme de Alfred Hitchcock referido antes, “Esposos Perante Deus” permite-nos explorar um pouco da cidade de Lecco, que também já tivemos oportunidade de visitar e sobre a qual iremos abordar mais adiante.

3. Um Momento, Uma Vida (1977), de Sidney Pollack


“Um momento, Uma vida (1977)”” de Sidney Pollack segue um piloto de corridas interpretado por Al Pacino que se apaixona por uma mulher e, por sua vez, a sua vida toma outro caminho. Neste filme, apesar das surpresas, temos momentos bastante românticos, filmados em Bellagio e Cadenabbia, onde as personagens acabam por passar uma noite juntos. Curiosamente, também em Bellagio, mais precisamente na Villa Gerli foi filmado o filme “Era Uma Vez na América” (1984), de Sergio Leone.

Bellagio é uma cidade rapidamente acessível por automóvel, autocarro ou ferry, que parte de Menaggio, Cadenabbia, Tremezzo e Varenna. Não existe muito por fazer nestes locais, mas não podemos deixar de mencionar a tranquilidade que se sente ao caminhar pelas estradas junto do Lago de Como.

4. “Amor à Beira do Lago” (1995), de John Irvin

Viajámos agora até ao Lago de Como, mas para o ano de 1939. Em “Amor à Beira do Lago” somos introduzidos a Miss Bentley (Vanessa Redgrave) uma inglesa de férias com os seus amigos italianos nas margens do seu lago preferido. Solitária e aborrecida, ela rapidamente se anima quando repara no outro único visitante inglês no local, o Major Wilshaw (Edward Fox).

No entanto, começa a sentir uma certa falta de interesse no Major e conhece o jovem Vittorio (Alessandro Gassman), iniciando uma fervorosa paixão. Um filme ideal para quem quer passar umas férias entre amigos neste local.

5. “Star Wars: Episódio II – O Ataque dos Clones” (2002), de George Lucas

Segundo episódio da trilogia que antecede, do ponto de vista narrativo, os primeiros três filmes de uma das mais famosas – se não a mais famosa – sagas cinematográficas de ficção científica: “A Guerra das Estrelas”, realizada por George Lucas. Ataque dos Clones” conta a história de Anakin Skywalker, o jovem-prodígio que se revelou no episódio I, “A Ameaça Fantasma”, e que o Jedi Obi-Wan Kenobi pensa ser o ansiado Jedi que restabelecerá o equilíbrio na Força, como avança a profecia. À revelia do Conselho, Obi-Wan Kenobi treina Anakin, que se manifesta cada vez mais impetuoso e arrogante – e que acabará por cair na tentação do lado obscuro da Força, tornando-se no maléfico Darth Vader. Este filme conta ainda a paixão de Anakin por Amidala, senadora e ex-rainha do Planeta Naboo.

Numa das sequências em que Anakin visita Amidala somos assombrados com as vistas sobre as montanhas do Lago de Como e é exatamente na sua casa que nasce o amor entre ambos. A sequência foi filmada na Villa del Balbianello localizada no município de Tremezzina (Lenno), e desde então o espaço tem recebido vários pedidos para festas de casamento. Podes vê-la a seguir:

Para chegar à Villa del Balbianello podes utilizar o ferry que parte das principais cidades do Lago de Como, como Como, Varenna, Bellagio e Menaggio. Uma excursão na Villa del Balbianello pode tardar aproximadamente entre 1 a 2 horas e os preços dos bilhetes estão sujeitos a alteração, por isso recomendamos-te visitar a página oficial.

Fica atento aos nossos artigos, porque em breve vamos falar da Villa del Balbianello e da sua história. Agora podes seguir com a nossa lista sobre os filmes gravados no Lago de Como.

6. “Ocean’s Twelve” (2004), de Steven Soderbergh

Após o sucesso de “Ocean’s Eleven”, foi lançado o segundo lugar, que mostra os protagonistas “ladrões” a desfrutar da sua vida de luxo. Porém, terão que enfrentar o grande rival Night Fox (Vincent Cassel), que acaba por visitá-los na villa onde residem na Itália, localizada em Cernobbio. Que casa melhor do que a Villa Erba para representar a villa deste ladrão? Com a sua elegância, a Villa Erba é um palacete criado no século XIX e que ter permitirá ser transportado para outro mundo, por incluir inclusive um jardim botânico e uma intensa paleta de cores no seu salão.

A Villa Erba do filme “Ocean’s Twelve” reserva uma sorte associação com um dos maiores nomes do cinema italiano. Foi projetada e construída em pouco tempo – entre 1898 e 1901 – pelos arquitetos Angelo Savoldi e Giovan Battista Borsani, e a pedido de Carlo Erba. Por sua vez a sua herdeira Carla Erba casou-se com o Duque Giuseppe Visconti di Modrone, no qual nasceria um filho: o cineasta Luchino Visconti (1906 – 1976). Luchino Visconti passaria vários anos da sua vida deste espaço, que durante a Segunda Guerra Mundial foi danificado pelo exército alemão. Passada uma década após a morte de Visconti, a Villa Erba tornou-se na moradia que ainda é: de frente voltada para o lago e para um piscar de olhos aos eventos culturais e turísticos.

De regresso ao filme, “Ocean’s Twelve” recomendamos os turistas a realizarem uma caminhada pela via Regina ou atravessar o lago entre Cernobbio e Torno, como faz a personagem de George Clooney. Talvez a experiência como personagem lhe tenha despertado o interesse de viver junto ao Lago de Como.

7. “Casino Royale” (2006), de Martin Campbell

Casino Royale” marcou a estreia de Daniel Craig no papel de James Bond, sendo inclusive uma história de origem deste agente sem licença para matar. Baseado no livro do mesmo nome de Ian Fleming publicado em 1953, “Casino Royale” leva o famoso agente 007 a Madagáscar, mas também a Londres e obviamente à Itália.

Neste país, além das sequências em Veneza – já partilhámos um itinerário do que fazer em Veneza -, “Casino Royale” transporta-nos para o Lago de Como, e novamente para a Villa del Balbianello, onde passa algum tempo com a mais poderosa Bond Girl da história, Vesper (Eva Green) para sarar das suas feridas. Além da Villa del Balbianello recomendamos uma visita à Villa La Gaeta di San Siro, construída na década de 1920 – com projeção de Adolfo e Gino Coppedè – com um estilo fortemente influenciado pelos mais antigos castelos. A Villa La Gaeta pode ser vista no final de “Casino Royale” e atualmente dispõe de quartos que podem ser alugados, para quem ambiciona viver uma experiência semelhante à de James Bond. Na trama, este é o local onde Mr. White (Jesper Christensen) encontra-se alojado.

Ainda no Lago de Como no norte da Itália, e mais precisamente nos estaleiros Matteri di Lezzeno, é possível alugar um dos barcos utilizados por Daniel Craig. Em 2008, no filme “Quantum of Solace” Daniel Craig regressaria a Itália, mas desta vez ao Lago de Garda, na perseguição inicial que decorre nos túneis escavados na montanha entre Tremosine, Torbole e Malcesine, na província de Brescia. Impossível não se deslumbrar com este país e os seus lagos.

8. “Casa Gucci” (2021), de Ridley Scott

Chegamos ao filme que termina esta longa lista de filmes gravados no Lago de Como no norte de Itália. Trata-se de uma obra inspirada na história real da casa de moda italiana Gucci. Nela seguimos três décadas de um amor, mas também de uma traição, decadência e consequente vingança que muita tinta fez correr nos jornais e revistas. “Casa Gucci”, de Ridley Scott – cineasta responsável por “O Último Duelo” – foi filmado na íntegra na Itália, sendo protagonizado por Lady Gaga (como Patrizia Reggiani) e Adam Driver (como Maurizio Gucci), Jared Leto e Al Pacino.

Um dos locais utilizados pelo cineasta para a rodagem de “Casa Gucci” foi a aldeia de Ossuccio, onde se encontra a Ilha de Comacina, a única ilha deste lago. As filmagens decorreram em março de 2021 e estenderam-se igualmente pela histórica via Regina, entre Argegno e Colonno, onde termina o município de Tremezzina.

Itinerário cinematográfico no Lago de Como

Estás a pensar realizar um itinerário cinematográfico pelo Lago de Como? Há muito para visitar, entre vilas e palácios, como revelámos neste artigo de filmes gravados no Lago de Como. Gostaríamos de destacar os locais determinados no plano de viagem Lombardia Superstar (podes descarregar ou visualizar o documento original aqui), que te permitirá conhecer os locais do Lago de Como que aparecem em filmes. Este o plano pelo Lago de Como foi estabelecido pela Câmara de Comércio da cidade de Como, sendo uma forma única e envolvente de promover o turismo cinematográfico na região.

Temos a certeza, que seja qual for o enredo contado numa determinada obra, a paisagem do Lago de Como no norte de Itália, envolverá calorosamente qualquer espectador que irá ambicionar por sua vez em visitar o local.

Curiosos em conhecer mais? Já tivemos a oportunidade de realizar uma envolvente viagem de barco no Lago e Como, mas são tantas as  excursões no Lago de Como e em Bellagio que poderás realizar. Começa a preparar a mala.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *