Peschiera del Garda: O que fazer no mais colorido vilarejo à beira lago

Peschiera del Garda

Vem conhecer as cores, os encantos e o que fazer em Peschiera del Garda, uma das vilas mais apaixonantes do Lago de Garda na Itália. 

Ansioso por saber o que fazer em Peschiera del Garda? Após a nossa estadia em Verona sentimos que o melhor a fazer seria dar um pulinho ao Lago de Garda, o maior lago de toda a Itália com 370 km². Aí poderíamos escapar da rotina agitada e turística da cidade de Romeu e Julieta e desfrutar da experiência à beira lago.

Decidimos passar uma tarde em Peschiera del Garda e já que a linha de comboio é sempre a mesma não estávamos preocupados com o tempo ou com os horários de regresso à cidade onde estávamos alojados (Como). Foi uma aventura sem nenhum problema e é bastante fácil orientar-se por estes lados de Itália.

De certo modo, sentimos que esta viagem a Peschiera completou os nossos roteiros pelo Lago de Como e também pelo Lago de Lugano. Não penses que os três lagos são semelhantes, porque neles encontramos pormenores, tons únicos, tradições e características muito particulares. Para nós, Peschiera – a curta forma como é conhecida – é um vilarejo bastante colorido, que brilha ainda mais com a presença do lago de Garda.

Centro Histórico de Peschiera del Garda

Eram por volta das 13h quando decidimos partir de Verona até Peschiera. Enquanto aguardávamos pelo comboio, comprámos umas deliciosas sandes Focaccia al pesto na estação de Verona Porta Nuova e levamo-las nas nossas mãos, ainda quentes para saboreá-las à beira lago. Queríamos um almoço diferente, ao ar livre naquela deslumbrante vila piscatória.

Fizémos uma caminhada de aproximadamente 20 minutos desde a estação de comboio de Peschiera del Garda até ao centro histórico e passámos pela Porta Verona, exatamente a entrada na cidade. O caminho é simples e bem assinalado, apesar de alguma confusão nas passadeiras e no trânsito que se fazia sentir. Não tardou muito até vermos o Lago de Garda pela primeira vez! Foi uma das melhores experiências que vivemos e temos a certeza que terá o mesmo impacto em ti.

Quanto a Peschiera, a vila começa com uma grande muralha, a Fortaleza de Peschiera del Garda construída na ilha do rio Mincio. O lugar teve um papel importante nas campanhas militares que foram sendo feitas pelo norte de Itália e em várias guerras, desde as Guerras Revolucionárias Francesas, sem esquecer o episódio mais marcante, a Batalha de Peschiera que ali aconteceu a 6 de agosto de 1796. Com um bom tempo, não procurámos saber muito sobre os segredos históricos de Peschiera del Garda. Desta vez, o objetivo era claro: espairecer e relaxar.

Depois de entrarmos na Muralha, através da Porta Verona, encontramos um pequeno cais, com diferentes embarcações e que exigem uma paragem para fotografias. Não faltam vasos de flores e pequenos arbustos que criam uma bonita paleta de cores e separam o rio Mincio do Lago de Garda.

Chegámos rapidamente à praça central da cidade, a Piazza Ferdinando di Savoia em Peschiera e fizemos a caminhada em direção ao Lido Cappuccini, porque é possível fazer praia. Tivemos que ir à procura de fatos de banho à última da hora, até que conseguimos encontrar um pequeno negócio dentro de um parque de campismo.

Praia e Passeio de Barco em Peschiera del Garda

A água azul brilhante e o céu solarengo são as razões que tornam o Lido Cappuccini em Peschiera uma extraordinária opção caso estejas à procura de ir a banhos. As praias de Peschiera del Garda são um misto de areia e pequenas pedras e a grande vantagem é que consegues nadar dentro de água em segurança, tornando-se um espaço perfeito para miúdos e graúdos. Poderás deitar-te na praia e ler um livro, descansar ou comer um gelado artesanal italiano. Depois poderás continuar a caminhada junto ao Lago de Garda, sempre com ótimos serviços de restauração. Nós ficamo-nos pelo Lido, onde é igualmente possível alugar um pedalò, para ter uma outra perceção do lago.

Foi no Lido Cappuccini que passámos a maior parte do nosso dia, porque precisámos de manter essa conexão com a natureza e com os espaços menos movimentados em comparação com Verona. Em Peschiera é fácil abstrair-se por completo da realidade, pelas luzes e cores expostas em cada esquina.

Para quem não gosta de praia, pode realizar um passeio de barco em Peschiera del Garda. Perto da fortaleza, encontra-se a Piazza Betteloni, de onde partem barcos turísticos para passeios no Lago de Garda e que vão em direção às encantadoras Desenzano del Garda, Riva e fotogénica península de Sirmione. Nós tivemos sorte com a temperatura em Peschiera, pois estavam cerca de 25°C e só ao final do dia começámos a sentir uma brisa fresca.

Quando já se fazia tarde, bem próximo das 19 horas, tivemos que regressar à estação de comboios de Peschiera del Garda, para apanhar o comboio até Como. Mesmo assim, conseguimos voltar a passar pelo centro a pé e ainda assistimos ao pôr-do-sol desde a estação. Peschiera é uma vila pequena com apenas 17,63 km², portanto sentimos que explorámos o suficiente deste fabuloso lugar.

Santuário della Madonna del Frassino

O Santuário della Madonna del Frassino é porventura a igreja mais importante de Peschiera. Construído no século XVI em estilo renascentista, foi edificado em homenagem à Virgem Maria, que aí apareceu em 1510. No interior do Santuário existem frescos de São Francisco de Assis e também de Santo António de Pádua.

A entrada no Santuário della Madonna del Frassino é gratuita e são milhares os turistas que visitam o local todos os anos. Não o visitámos, mas podes ter em consideração nesta viagem.

Como chegar a Peschiera del Garda?

Através dos transportes públicos italianos é muito prático chegar a Peschiera del Garda desde qualquer parte de Itália. Estávamos alojados em Como e visitámos Peschiera no mesmo dia em que fomos a Verona.

Como a linha de comboio é a mesma, é muito fácil chegar a este local. O bilhete de Verona a Peschiera del Garda custou-nos 4 euros por pessoa. Compra os bilhetes na estação de comboios ou através da página Trainline, onde os bilhetes muitas vezes têm descontos.

cisnes e patos
Cisne e patos na praia de Peschiera del Garda © lavidaesmara

Vale a pena visitar Peschiera em 1 dia?

Se não gostas de cidades cheias de turistas, podes muito bem dar o salto de Verona até Peschiera del Garda. Terás tempo mais do que suficiente para conhecer este recanto e gozar da sua energia. Tem espaço para todos e permite-te relaxar junto do lago e desfrutar do bom tempo e da praia. O mesmo acontece no Lago de Como e no Lago d’Orta que também já conseguimos descobrir.

Gostarias de visitar Peschiera? Já conheces estes locais da região de Veneto? Partilha connosco as tuas opiniões sobre estas cidades nos comentários abaixo e nas nossas redes sociais. Continua a nossa viagem por Itália com as paragens obrigatórias em Milão. Há muito para fazer e sentir neste país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *