Guia definitivo para preparar viagem à Madeira pela primeira vez

preparar viagem à Madeira pela primeira vez

Estás a preparar uma viagem à Madeira pela primeira vez? Este é o guia completo de todas as coisas que podes fazer no Arquipélago.

Estás a pensar visitar a Madeira pela 1ª vez? Perguntámos aos nossos amigos que nunca visitaram a ilha o que tanto queriam saber ela e finalmente revelamos todos os encantos da pérola do Atlântico num guia definitivo!

De facto, são tantas as vezes que ouvimos falar da Madeira – aclamada como o Melhor Destino Insular da Europa e do Mundo pelos World Travel Awards -, mas nem sempre sabemos qual a melhor forma para lá chegar ou que coisas realmente precisam ser vistas e descobertas.

Ao longo deste artigo vamos responder a todas as tuas questões sobre que coisas fazer na Madeira e quais os melhores restaurantes e melhores alojamentos de acordo com a nossa experiência.

Praia formosa
Praia Formosa, Funchal © lavidaesmara

O que saber antes de preparar uma viagem à Madeira?

Para planear uma viagem à Madeira pela primeira vez recomendamos-te a explorar os voos nas páginas oficiais das companhias aéreas que operam na Madeira. A Ilha da Madeira está a 967 quilómetros de Lisboa e podes apanhar o avião direto desde a capital portuguesa, mas também Porto ou de qualquer outra capital europeia.

Oceano Atlântico
Oceano Atlântico visto desde o Faial, Madeira © lavidaesmara
  • TAP Portugal;
  • EasyJet;
  • Brussels Airlines;
  • British Airways;
  • Condor Flugdienst;
  • SATA Azores Airlines;
  • Iberia;
  • Binter Canarias;
  • Lufthansa;
  • Luxair;
  • Ryanair;
  • Transavia;
  • TUI.

Existem voos diretos das principais cidades internacionais para o Aeroporto da Madeira como Madrid, Barcelona, Londres, Paris, Luxemburgo, Bruxelas, Berlim, Copenhaga, Milão, Berlim, Estocolmo, Viena, Oslo, entre outros.

O maior fluxo de turistas são provenientes do Reino Unido, da Alemanha e da França. Nos últimos anos, devido aos efeitos da pandemia COVID-19 vários portugueses aproveitaram para conhecer a Madeira pela primeira vez.

Onde devo ficar na Madeira? Alguns hotéis e alojamentos

Agora que já marcaste a tua primeira viagem à Madeira tens que te decidir onde queres ficar. Destacamos um conjunto de hotéis, apartamentos e casas de turismo dos quais já tivemos oportunidade de experimentar.

Hotel Dorisol no Funchal
Hotel Dorisol no Funchal © lavidaesmara

Complexo Dorisol (Funchal): composto por quatro hotéis – Buganvilia Studio, Estrelícia, Florasol Residence e Mimosa Studio – este complexo situado na Rua da Casa Branca oferece vista panorâmica para o Oceano Atlântico ou para a zona alta do Funchal, consoante o quarto escolhido. O Dorisol Hotel conta piscina exterior, tem piscina interior, sauna, SPA, jacuzzi e ainda ginásio bastante completo. Podes marcar uma massagem ali mesmo que não sejas hóspede e que te vai sair no mínimo 30€.

Pestana CR7 Funchal (Funchal): Não poderemos dissociar a Ilha da Madeira da sua maior estrela. O hotel Pestana CR7 Funchal é um hotel amigo do ambiente, que está situado numa zona privilegiada do centro do Funchal onde é fácil movimentar-se. Tem vista para o porto de recreio e para as zonas altas da capital.

Hotel Meliã Mare
Hotel Meliá Mare © lavidaesmara

Hotel Meliá Madeira Mare: este hotel de luxo (ver foto anterior) está situado na zona do Lido e é fantástico para aqueles que procuram uma varanda com vista para o Oceano Atlântico. O Hotel Meliá Mare está a poucos minutos do centro do Funchal e dispõe ainda de uma piscina de 260 m2 para quem não quer sair do conforto do seu alojamento.

Sé Boutique Hotel (Funchal): bem no coração da cidade do Funchal encontramos o hotel indicado para aqueles que gostam de ambientes pitorescos saídos de um conto de fadas. Toda a sua decoração do Sé Boutique Hotel remete para as características da Sé Catedral, que foi construída em 1493. Neste hotel de 4 estrelas existe um fantástico rooftop com impressionante vista panorâmica sobre a cidade do Funchal. Além de uma fantástica piscina interior e até mesmo uma galeria de arte.

onde dormir na Madeira
Casa da Pedra no Faial, Amazing Madeira © lavidaesmara

Casa da Pedra (Faial, Santana): se estás a pensar visitar a Madeira pela primeira vez para fugir ao ambiente pesado da cidade deverás visitar a Casa da Pedra, uma casa completa só para ti e para os teus familiares ou amigos que podem desfrutar de um espaço no meio da natureza, com piscina e um jardim acolhedor. Já tivemos oportunidade de ficar alojados na Casa da Pedra da Amazing Madeira e em brevemente vamos falar-te mais sobre ela.

Monumentos a ver na Ilha da Madeira

Desfeitas as malas no hotel ou alojamento, está na hora de sair à rua e conhecer o que há para fazer na Madeira. Comecemos com os principais monumentos e estátuas da ilha. Todos eles revelam um pouco mais sobre a região, sobre os seus habitantes e sobre a sua história. Entre as estátuas encontramos homenagens às figuras mais icónicas da história do arquipélago, de João Gonçalves Zarco a Cristiano Ronaldo.

Estátua de Cristiano Ronaldo

Estátua de CR7
Estátua de Cristiano Ronaldo no Funchal © Wikimedia Commons

Muitos dos lugares que vais visitar têm o nome do melhor jogador de futebol do mundo, do hotel ao aeroporto. (In)felizmente, o jogador da Seleção Nacional é também o mais martirizado em termos de monumentos e estátuas.

Teve durante anos um monumento no aeroporto que divertia turistas e locais pelo tão cómico que era e bem junto ao hotel Pestana CR7 Funchal encontramos a estátua com os “tintins” mais fotografados do país. A estátua parece pedir uma nova pintura, não achas?

Estátua de João Gonçalves Zarco

João Gonçalves Zarco
Estátua de João Gonçalves Zarco © lavidaesmara

Fora de brincadeiras, passamos para aquela que é uma das estátuas mais importantes da Madeira. Perto da Sé Catedral, encontra-se a estátua do navegador João Gonçalves Zarco, um dos três descobridores do arquipélago em 1419. A estátua é da autoria do escultor Francisco Franco e foi inagurado em 1927. Não confundir com outra estátua de João Gonçalves Zarco que se encontra perto do Doca do Cavacas.

Monumento ao Emigrante Madeirense

A Madeira é uma terra de tradições e memórias, sobretudo daquelas deixadas por quem abandonou a terra à procura de melhores condições de vida na Venezuela, África do Sul ou França. Este monumento está na Avenida do Mar e foi erguida em 1982 num trabalho do escultor Franco Fernandes.

Cristo Rei da Madeira

Caniço
Cristo Rei © lavidaesmara

Não estás no Rio de Janeiro, mas o clima tropical talvez possa confundir-te. O Cristo Rei da Ponta do Garajau, como também é conhecido, encontra-se no Caniço e está de braços apertos para o Oceano Atlântico, unindo a falésia com o azul profundo.

A estátua é da autoria de Pierre Lenoir e Georges Serraz, ambos francesas e foi inagurado em 1927. Curiosamente é a estátua mais antiga edificada do Cristo Rei e conta com 14 metros de altura. Existe ali uma longa escadaria até à Ponta do Garajau, para as fotografias mais alucinantes. Lá em baixo existe a Praia do Garajau, acessível de automóvel ou através de uma viagem de teleférico, aconselhada apenas mais aos corajosos.

Cristo Rei
Cristo Rei © lavidaesmara

Estátua de Winston Churchill

Pintar a baía de Câmara de Lobos era uma das coisas que Winston Churchill (1874 – 1965) mais gostava de fazer e agora o político britânico está eternizado num monumento desta vila piscatória.

Esta estátua está localizada bem no centro deste concelho, sentado numa das mesas da esplanada do restaurante do novo hotel Pestana Churchill Bay. Deixamos-te uma fotografia de Câmara de Lobos.

Câmara de Lobos
Câmara de Lobos © lavidaesmara

Estátua ao Infante D. Henrique

Antes de visitares o Parque de Santa Catarina, aproveita para fotografar o pai dos Descobrimentos Portugueses. A estátua do Infante D. Henrique no Funchal foi feita pela escultor Leopoldo de Almeida em 1941.

Estátua o Homem do Mar

Homem do Mar
Homem do Mar no Paúl do Mar © Commons Wikimedia

Situada na aldeia do Paul do Mar – perfeita para uma noite de sexta ou sábado – a sudoeste da Madeira, a estátua faz a justa homenagem aos pescadores e homens sem roupa que se aventuraram pelo mar dentro e seguravam as cordas das embarcações, numa época em que os acessos terrestres nem sequer existiam.

A estátua tem 4 metros, está de costas para a terra e contempla o mar. Mostra-se um homem destemido, com peito erguido e com cordas penduradas no tronco.

Museus a visitar na Ilha da Madeira

Jardim Monte Palace
O Monte Palace conta com galerias de arte e jardins exóticos no Funchal © Unsplash

Das estátuas para os museus a visitar na Ilha da Madeira, não queremos que te falte nada nesta tua primeira viagem à Madeira.

Museu CR7

Se és amante de futebol tens mesmo de visitar este local, onde encontram-se em exposição os principais troféus arrecadados por este jogador como Ballon d’Or e Botas de Ouro. O espaço tem 1.400 m2 e é um dos pontos turísticos do Funchal mais recentes, tendo sido inaugurado em 2013. Está aberto de segunda a sexta feira das 10h às 17h e os bilhetes custam 5€ para adultos, com entrada gratuita para crianças até 9 anos.

Monte Palace Madeira

Para os amantes de jardins, de slow travel e meditação, há mesmo que visitar o Monte Palace Madeira numa das zonas altas do Funchal. Tem 70.000 m2 e conta com três galerias de arte, além de alguns cisnes pretos da Austrália, Tasmânia e Nova Zelândia, cisnes brancos da Escandinávia e Islândia. Está aberto das 9h30 às 18h00 e a entrada custa 12,50 euros.

Tenta aproveitar os dias de sol para visitar o Monte Palace Madeira e assim conseguir fotografias com melhor iluminação e contraste. Segue-nos no Instagram para mais vídeos e fotos do Monte Palace Madeira.

Museu Quinta das Cruzes

É o museu de artes decorativas mais importante do Funchal, aberto ao público desde 1953 e nele contam-se mais de 6 séculos de história. Está aberto das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 e os bilhetes custam 3€ para adultos e 1,5€ para reformados e jovens.

Galeria dos Prazeres

Parte da Quinta Pedagógica dos Prazeres, esta pequenina galeria conta com exposições permanentes de Chris Wood e retratos de habitantes locais de Camila Watson. Está aberta apenas aos sábados, domingos e feriados das 10h às 13h e das 14h às 18h.

Museu da Fotografia Atelier Vicente’s

Museu da Fotografia
Museu da Fotografia no Funchal © Visit Madeira

O mais antigo estúdio de fotografia de Portugal nasceu em 1848 e conta com máquinas fotográficas, mobiliário, molduras e livros de Vicente Gomes da Silva (1827-1906). Encontra-se na Rua da Carreira e está aberto ao público de terça a sábado das 10h às 17h. Os bilhetes custam 3€ e vale a experiência, sobretudo para os amantes desta arte que permite fazer-nos aquilo que mais gostamos.

Loja de Vinhos Pereira D’Oliveira

Para além das populares Adegas Blandy’s no Funchal, recomendamos-te visitar a Loja de vinhos Pereira D’Oliveira, bem perto da Praça do Município e onde podes degustar vinho Madeira e desfrutar de uma atmosfera muito aconchegante.

O fazer no Funchal?

Vista para a Baía do Funchal
Vista para a Baía do Funchal © lavidaesmara

Para além de alguns museus e monumentos referidos antes, continua a haver muita coisa a fazer no Funchal. Esta cidade cosmopolita conta com mais de 100.000 habitantes e há muito por descobrir desde o mar até ao cimo das suas montanhas – que são das mais altas do país. Não te vais cansar de ver caras novas.

Parque de Santa Catarina

Parque de Santa Catarina
Lago no Parque de Santa Catarina © lavidaesmara

O principal parque do Funchal, com uma área total de 36.000 m², é gratuito e ali poderá contemplar as zonas altas do Funchal, a baía e até as Ilhas Desertas. Conta com um pequeno lago, recentemente reestruturado com patos e cisnes, além de muitos espaços verdes para piqueniques ou descansar e recarregar as energias. Foi construído em 1966 para alegria dos madeirenses e estrangeiros.

Normalmente no Parque de Santa Catarina é feito o festival de música urbana Summer Opening e outros espectáculos. Está aberto todos os dias da semana das 7h às 22h, mas de setembro a março encerra às 20h.

Carrinhos de Cesto no Monte

Ir a Madeira e não atrever-se a fazer uma viagem maluca num carrinho de cesto é como ir aos Alpes suíços e não esquiar. É um dos serviços mais antigos do Funchal, que conta com mais de 100 anos de história. Trata-se literalmente de um carro de cesto;conduzido por duas pessoas (os carreiros) que estão vestidos tradicionalmente de branco e com chapéu de palha.

O passeio percorre 2 km desde o Monte ao Livramento em apenas 10 minutos. As botas com solas de borrachas dos carreiros funcionam com travões. Os bilhetes custam 25€ (uma pessoa), 30€ (duas pessoas) e para 45€ (para três pessoas) e o serviço funciona de segunda a sábado das 10h às 17h. Os domingos e os feriados são dias de descanso.

Deixamos-te o vídeo a seguir deste percurso de carro de cesto (Toboggan Madeira) para perceberes que sensações que te irão despertar.

Zona Velha do Funchal

Um local imperdível para tomar uma poncha ou uma nikita durante a noite ou mesmo para saborear os pratos típicos da Madeira como espetada preta com banana, espetada, lapas, bolo do caco ou milho frito ao almoço ou ao jantar. A Zona Velha do Funchal é também uma das zonas mais antigas da Madeira, marcante pelo Forte de São Tiago do Funchal e pela sua tranquila praia.

Mercado dos Lavradores

Mercado dos Lavradores
Mercado dos Lavradores © Unsplash

Ao preparar uma viagem à Madeira pela primeira vez deverás colocar o Mercado dos Lavradores no Funchal na tua lista de prioridades. Apesar dos preços elevados das suas frutas e legumes, é aqui que sentes a energia mais exótico e vibrante do arquipélago. O Mercado dos Lavradores foi inaugurado a 24 de Novembro de 1940 e era ali que os madeirenses faziam as suas compras todas as manhãs, antes do aparecimento dos supermercados e grandes superfícies.

Temos a certeza que te vais surpreender com os azulejos na fachada e na zona da peixaria, mas também pelo seu terraço, com um café muito simpático.

Café do Mercado
Café do Mercado dos Lavradores © lavidaesmara

Teleférico do Funchal

Queres ver a cidade do Funchal destes os céus? Se estás a preparar uma viagem à Madeira pela primeira vez coloca aí na tua lista de desejos uma viagem de teleférico. Os aviões não sobrevoam o Funchal, por isso esta é a única oportunidade de te sentires nas nuvens na capital da ilha.

O percurso liga o Campo Almirante Reis (na Zona Velha do Funchal) ao Largo das Babosas no Monte (uma das freguesias e das zona altas do Funchal) e vice-versa. O teleférico do Funchal começa o seu serviço às 7h e o último embarque é feito às 17h45.

Teleférico Funchal
O Teleférico que liga o Funchal ao Monte © Pixabay

A melhor forma de tirar proveito do Funchal é fazer uma viagem de ida no teleférico do Funchal ao Monte, que custa 11 euros. Depois visita os jardins do Monte Palace e por último descer até ao Livramento num carro de cesto. A partir dali, poderás apanhar autocarro ou táxi até ao Funchal.

Para viagens mais envolvente tens a alternativa de fazer uma viagem no Teleférico do Jardim Botânico, que liga o Jardim Botânico e o Monte – outros dos jardins de referência da ilha.

Pico do Areeiro

Pico do Arieiro
Vista desde o Pico do Arieiro © lavidaesmara

O 3º pico mais alto da ilha, com 1818 metros de altitude é o mais acessível, capaz de oferecer vistas arrebatadoras. É um lugar deslumbrante para assistir ao nascer ou ao pôr do sol e que se veste de branco durante os dias de neve (neste caso os acessos podem ser condicionados).

O Pico do Arieiro serve de divisória entre os concelhos do Funchal, Câmara de Lobos e Santana. A partir do Pico do Arieiro existe um trilho montanhoso e, por vezes, arriscado até ao Pico Ruivo, o pico mais alto da Madeira. Poderás fazê-lo desde que te sintas confortável. Para uma primeira viagem à Madeira, acreditamos que o Pico do Arieiro é já uma opção especial.

Pico do Arieiro
Nascer do sol do Pico do Arieiro © lavidaesmara

Palheiro Gardens

Oos Jardins do Palheiro erguem-se a 500 metros de altitude e ali impõe-se uma nomenclatura de plantas e flores como hibiscos, bungavíleas e jacarandás. A entrada infelizmente custa 10€, relativamente cara, mas que poderá ser uma alternativa interessante para aqueles que não se importam de gastar dinheiro nas suas férias. Conhece mais no site oficial do Palheiro Gardens.

Sé Catedral do Funchal

preparar uma viagem à Madeira pela primeira vez
Sé Catedral do Funchal © lavidaesmara

A igreja mais marcante do Funchal, tem uma emblemática torre sineira que pode ser vista praticamente desde todos os miradouros. A Sé Catedral do Funchal é de estilo português manuelino e foi mandada construir em 1493.

Em 2021 foram restaurados os tetos da igreja e a iluminação foi melhorada, tornando-se agora um espaço bastante brilhante. A igreja está aberta todos os dias – de segunda a sexta abre das 7h15 às 18h30;

Praça do Povo

Praça do Povo
Praça do Povo © lavidaesmara

Depois do triste episódio de 2010, o Funchal teve que se reinventar e foram construídas algumas praças novas. A Praça do Povo é uma promenade ampla, gratuito com tapetes verdejantes e alguns bancos para quem pretende descansar. Prolonga-se desde o cais, até à Praça da Autonomia e é um lugar necessário para a rotina dos amantes de corrida e caminhadas.

Viagem de Catamarã

Viagem de catamarã
Viagem de catamarã © lavidaesmara

Uma oportunidade única para observar golfinhos, baleias e tartarugas na Madeira, como também para ir a banhos, ou até para conhecer caras novas e tirar fotografias ao pôr do sol. Já fizemos algumas viagens de catamarã e sempre temos a sorte de avistar golfinhos comuns, golfinhos pintados e até baleias piloto. Podem ser igualmente avistadas cachalotes, baleias de Bryde, golfinhos roazes, entre outros.

Screenings Funchal

Este festival de cinema de autor decorre sextas e sábados nos Cinemas NOS Fórum Madeira sempre às 21h e apresenta filmes independentes e poucos conhecidos do grande público, além de algumas antestreias nacionais e sessões especiais com concertos ao vivo.

Obviamente existem muitas mais coisas a fazer no Funchal, mas quisemos deixar aqui um cheirinho do que vais encontrar. Se não sabes como organizar a tua agenda de férias na Madeira pela primeira vez podes pedir-nos sugestões.

Onde ir a banhos na Ilha da Madeira?

Praia da Ribeira Natal, Caniçal
Praia da Ribeira Natal, Caniçal © lavidaesmara

Ainda tens dúvidas de quais são as melhores praias da Ilha Madeira? Já falamos sobre elas e acreditamos que a Madeira pelo seu clima ameno é um dos melhores locais para ir a banhos na Europa. Algumas das praias que destacámos no nosso top de melhores praias do Arquipélago da Madeira.

As nossas praias preferidas da Madeira são:

  • Fajã dos Padres: praia de calhau, tem acesso desde barco e também de elevador;
  • Calhau da Lapa: tem as mesmas características da Fajã dos Padres, mas é acessível a pé;
  • Praia do Seixal: praia de areia negra e consideramos ser uma das melhores praias do norte da ilha, sobretudo nos dias mais solarengos;
  • Praia Formosa: é a maior praia pública do Funchal tem uma extensão de 2 km e, ali encontram-se vários restaurantes e bares para meter conversas em dia. Podes ver uma foto do pôr do sol nesta praia a seguir.
Praia Formosa
Pôr do sol na Praia Formosa, Funchal © lavidaesmara
  • Doca do Cavacas: complexo balnear com azuladas piscinas naturais de água salgada. Os bilhetes das entradas custam 2€ para adultos e 1€ para crianças com horário de funcionamento entre as 09h e as 22h.
  • Complexo Balnear do Lido: um dos principais espaços para ir a banhos no Funchal tem uma piscina de 50 metros de comprimento para os adultos e outras 2 mais pequenas para crianças. O preço das entradas é de 5€ para adultos, com entrada para ver o pôr do sol de apenas 2,50€.
  • Complexo Balnear da Ponta Gorda: este complexo balnear é uma praia vigiada, bastante acessível para pessoas com mobilidade reduzida. Nela contam-se duas piscinas de água salgada e ainda uma piscina natural.
  • Prainha no Caniçal: praia de areia preta perto do Aeroporto;
  • Ribeira Naval: praia de calhau, com um pequeno cais onde poderás estender a toalha e contemplar a fantástica vista sobre o oceano. A primeira foto desta secção é precisamente desta praia;
  • Piscinas Naturais do Porto Moniz: ex-libris” da vila do Porto Moniz é um dos locais a não perder na tuas férias pela primeira vez à Madeira.
Piscinas Porto Moniz
Piscinas Naturais do Porto Moniz © lavidaesmara

Recomendamos igualmente a verificar se alguns hotéis da Madeira oferecem um ou outro dia na piscina. São uma ideia exclusiva para passar o dia num lugar diferente.

Vale a pena ir até ao Porto Santo? O que fazer?

Outra das ilhas do Arquipélago da Madeira é a Ilha do Porto Santo, que fica mais ou menos a 70 km da Madeira. Vale a pena ir ao Porto Santo durante 2 dias, mas aconselhamos-te a reservar 10 a 15 dias para o total de férias, porque há realmente muito para fazer na Madeira.

Porto Santo
Porto Santo © lavidaesmara

No Porto Santo encontra-se aquela que consideramos a melhor praia de Portugal, com 9 quilómetros de areia dourada e um mar que pode chegar aos 25ºC. A ilha enche-se de turistas, sobretudo entre os meses de julho e outubro, porque afinal são muitas as coisas a fazer na Madeira no verão.

Posso ir até às Desertas?

Sim, é possível ir às Desertas numa tua primeira viagem à Madeira. Recomendamos-te a fazer uma excursão de 1 dia de catamarã até às Ilhas Desertas que custa 80€. Além de conheceres a Reserva Natural e o trabalho de proteção feito por biólogos, podes mergulhar nas águas cristalinas, observar golfinhos.

Deserta Grande
Deserta Grande, Ilhas Desertas © Commons Wikimedia

Além do passeio de catamarã, a excursão inclui um guia dos cetáceos e almoço com bebidas. Reserva 1 dia para esta fantástica experiência.

Sítios a visitar na Ilha da Madeira e que não podes perder

Fora do Funchal, vais ter um milhão de coisas para fazer. Nos últimos meses já recomendamos algumas vilas e aldeias que dão à Madeira a sua autenticidade e que a confirmam como um paraíso no Oceano Atlântico. Fica aqui a lista.

  • Cabo Girão (Câmara de Lobos): o cabo mais alto da Europa, com 580 m;
  • Curral das Freiras: uma pequena aldeia no meio das montanhas e um dos poucos locais da ilha onde não poderás ver o mar;
  • Vila de Câmara de Lobos: o nome deriva do facto de João Gonçalves Zarco ter ficado espantado com tantos lobos marinhos no local;
  • Arco de São Jorge: é aqui que se encontra um dos roseirais mais importantes da Europa e do mundo, com 17 17 mil exemplares de perfumadas e coloridas rosas;
  • São Vicente: conhecida pelas grutas (atualmente encerradas) e por uma lenda que diz que o santo apareceu na cova de um rochedo, junto à ribeira;
  • Ponta do Sol: como o nome indica é aqui que o sol se põe, oferece ainda atividades no Centro Cultural John de Passos.
  • Santo António da Serra: temos a certeza que é aqui que se saboreia o melhor bolo do caco. Existe um parque temático que apesar de necessitar de algumas mudanças, é uma boa opção para passar o fim de semana;
  • Ribeiro Frio: uma aldeia bem no coração da floresta Laurissilva, perfeita para quem quer respirar ar puro;
  • Caniçal: para além da tradicional vila piscatória, é aqui que se encontra o Museu da Baleia da Madeira, a Praia da Ribeira Natal e a Prainha, a única com areia clara da Madeira;
  • Ponta de São Lourenço: parte da Zona Especial de Conservação trata-se do extremo oriental da Madeira, onde se encontram 160 espécies diferentes, algumas das quais endémicas;
  • Santana: vais encontrar as famosas casas típicas de Santana, que se tornaram uma atração da ilha. Serviam para armazenar e proteger produtos agrícolas;
  • Machico: uma cidade que tem vindo a crescer nos últimos anos, é conhecida pela sua baía e pela Festa em honra de Nosso Senhor dos Milagres, um dos mais animados arraias da Madeira. A Festa decorre todos os anos entre os dias 8 e 9 de outubro;
  • Ponta do Pargo: no extremo Sudoeste da ilha encontra-se uma das zonas mais perigosas para a navegação. Encontra-se um imponente farol e ainda uma das cascatas mais irreverentes da ilha, a Garganta Funda.

Quais são as levadas e veredas da Madeira mais fáceis

Há quem esteja a pensar visitar a Madeira e tenha algum receio de fazer atividades de trekking. Podes perfeitamente fazer passeios pelas levadas e veredas mais fáceis da Madeira e evitar riscos desnecessários. Se já tiveres habituado a estes desportos podes fazê-lo sozinho, mas recomendamos sempre fazê-lo com amigos ou com ajuda de um guia durante uma excursão.

Aqui ficam as nossas propostas de levadas mais fáceis da Madeira.

Levada dos Balcões
Levada dos Balcões © lavidaesmara

Vereda dos Balcões (Ribeiro Frio, Santana): percurso com apenas 3 quilómetros (ida e volta), e não exige muito esforço físico. No final do percurso existe um Miradouro e se fizer bom tempo podes contemplar a Cordilheira Central da Madeira, a Serra do Faial e o Oceano Atlântico. Vale a pena também para descobrir a fauna e flora da Floresta Laurissilva.

preparar uma viagem à Madeira pela primeira vez
Um caminho para todos, Santana © lavidaesmara

Vereda Um Caminho para Todos (Queimadas, Santana): igualmente simples e em terreno plano, com mais ou menos 4 quilómetros de distância. Conta com bons acessos e começa no Parque Florestal das Queimadas.

O percurso terá uma duração de 2 horas (ida e volta) e poderás desfrutar de uma floresta envolvente, sobretudo nos dias de algum nevoeiro. No fim do percurso encontra-se o Caldeirão Verde, que é outra levada relativamente mais complicada, mas que vale muito a pena pela lagoa que se encontra no final.

Levada das 25 Fontes
Levada das 25 Fontes © lavidaesmara

Levada das 25 Fontes (Rabaçal, Calheta): embora muitos pensem que é um percurso díficil, nós já fizemos esta levada várias vezes e não tem nada de complicado. Irás contemplar 25 pequenas fontes e podes beber da sua água ou banhar-te na lagoa.

O percurso da Levada das 25 Fontes tem uma distância total de 9 quilómetros (ida e volta) e irás demorar entre 3h30 a 4h a terminá-lo. No final aproveita para recarregar energias no Rabaçal Nature Spot Cafe.

Rabaçal Nature Spot Café
Rabaçal Nature Spot Café © lavidaesmara

Quais são os melhores restaurantes da Madeira?

Quantos e quantos turistas sonham visitar a Ilha da Madeira pela primeira vez e entrar num mundo gastronómico muito eclético, muito particular e por vezes distintos os pratos de Portugal Continental.

Restaurante Faísca
Prego no Bolo do Caco no Restaurante Faísca © lavidaesmara

Cada concelho, ou melhor, cada casa madeirense tem uma forma muito própria de confecionar pratos, doces e tradições. Da sopa de tomate e cebola pronta para aquecer os dias mais frios, podes passar para a espetada (de carne de vaca ou frango) ou optar por uma filete de espada com banana e molho de maracujá. Noutro dia, não te esqueças meter o bife de atum com milho frito à boca.

Sem sequer falar das sobremesas do pudim de maracujá às queijadas. Não te esqueças de provar um dos refrigerantes tradicionais da região como a Brisa de Maracujá ou Maçã ou a Laranjada (dita por todos como a Fanta madeirense, embora um pouco diferente).

produtos madeirenses
Poncha, cerveja Coral e bolo do caco © lavidaesmara

Tudo isto poderás encontrar nos melhores restaurantes da Madeira, que escolhemos com base na nossa experiência ao longo dos últimos anos. Temos opções que vão dos restaurantes mais acessíveis, aos restaurantes mais sumptuosos.

Restaurantes com pratos típicos madeirenses a bons acessíveis

  • Restaurante / Snack Bar Faísca (Ribeiro Frio)
  • Restaurante O Velhinho (Zona Velha, Funchal)
  • Abrigo do Pastor (Camacha, Funchal)
  • Restaurante Sea View (Porto Moniz)
  • Muralha’s Bar (Caniçal, Machico)
  • Restaurante Santo António (Estreito de Câmara de Lobos, Câmara de Lobos)
  • Cavião do Ilhéu (Câmara de Lobos)
  • Restaurante Quinta Estação (Santo António, Funchal)
Restaurante Quinta Estação
Restaurante Quinta Estação © lavidaesmara

Restaurantes vegan e vegetarianos na Madeira

Restaurantes típicos italianos na Madeira

  • Il Basilico (Zona do Lido, Funchal)
  • Pizzeria Lume (Ajuda, Funchal)
  • Ristorante San Marino (Funchal)
  • Villa Cipriani (Funchal)

Todos estes restaurantes contam igualmente com diversas opções vegetarianas.

Restaurantes de gastronomia portuguesa e europeia

Estes restaurantes de gastronomia tipicamente portuguesa e europeia têm preços mais elevados e as reservas devem ser feitas atempadamente através das respetivas páginas ou redes sociais.

Quais são os melhores rooftops da Madeira?

 Three House Hotel
Three House Hotel no Funchal © lavidaesmara

Além de fazermos uma lista de restaurantes, queremos destacar quais são os melhores rooftops da Madeira. Ao contrário de outros países da Europa, o conceito de rooftop não é ainda muito explorado em Portugal, mas na Madeira encontram-se alguns bares e restaurantes junto a falésias ou outros no topo de edifícios, com vista arrepiante para as montanhas ou oceano. Comecemos:

  • Sé Boutique Hotel
  • 360º Bar at The Vine Hotel
  • Three House Hotel
  • Villa Cipriani
  • Pretas, Castanheiro Boutique Hotel
  • Off-Side, Pestana CR7 Funchal
  • Madeira Story Centre Terrace

Como ir do Aeroporto da Madeira até ao Funchal?

Ao contrário do que é dito pelos assistentes de bordo nos aviões que aterram na ilha, o aeroporto da Madeira não está no Funchal, mas sim em Santa Cruz.

Portanto, terás que apanhar um autocarro ou táxi que liga a infraestrutura ao centro da cidade.

preparar uma viagem à Madeira
Nascer do sol em Santa Cruz © lavidaesmara

Shuttle Aeroporto da Madeira: faz a ligação do aeroporto à Praia Formosa, com paragens na Estrada Boa Nova, Rua Ribeiro João Gomes, Rua do Anadia, Av. do Mar, Rua Dr. Brito Camara, São João, Av. Calouste Gulbenkian, Av. Infante, Estrada Monumental, Rua Passos Gouveia, Estrada Monumental e, por último, na Praia Formosa. Os bilhetes custam 5€ (ida) ou 8€ (ida e volta);

Táxi: se não fores para o centro do Funchal e estiveres à procura de uma viagem cómoda, recomendamos-te a apanhar um táxi. Independentemente do teu destino, as viagens têm um preço base de 4€ e as viagens são mais caras (em 20%) entre as 21 horas e as 06h do dia seguinte, assim como ao fim de semana e feriados.

Carro privado: no Aeroporto da Madeira poderás aproveitar para alugar um carro que consideramos ser a melhor maneira para ir até ao Funchal e também para movimentar-se pela ilha. Se tiveres algum amigo(a) na ilha poderás também pedir-lhe para te ir buscar.

Quanto tempo é necessário para visitar a Madeira?

Rabaçal
Montanhas do Rabaçal, Calheta © lavidaesmara

Recomendamos a que fiques pelo menos 1 semana na Madeira. Uma escapadinha de fim de semana na Ilha da Madeira também é uma excelente opção, embora estejas mais limitado. Certamente conseguirás visitar o Funchal e alguns monumentos, mas não terás tanto tempo para fazer as levadas já que te levam praticamente uma manhã inteira.

A Ilha da Madeira não é tão pequena quanto possas pensar e há muito para explorar. Temos a certeza que nunca te vais aborrecer nesta pérola.

Mapa da Madeira

Ainda te restam dúvidas sobre como explorar a Ilha da Madeira? Em breve vamos revelar-te o que podes fazer para desfrutar do melhor roteiro. Fica atento às nossas publicações.

6 replies to “Guia definitivo para preparar viagem à Madeira pela primeira vez”

  1. Maria do Rosário diz:

    OBRIGADA vou dia 6 de Dezembro pela primeira de muitas vezes se Deus quiser

    1. Boa viagem, Maria! Temos a certeza de que vai adorar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *