Lago Orta e Isola di San Giulio: O que ver na vila mais romântica de Itália

Lago da Orta

Curioso por viajar até a vila mais romântica de Itália? Descobre o que fazer no Lago Orta e na Isola di San Giulio no próximo verão.

Para celebrar a chegada da época alta voltamos aos conteúdos sobre Itália e começamos com uma das suas belezas naturais mais impactantes: o Lago Orta e a Isola di San Giulio.

Situado no norte do país, o Lago Orta é considerado o lago mais romântico de Itália e oferece uma das suas vilas mais encantadoras. Se procuras o melhor destino para o verão 2022 este é um sítio a considerar.

Lago Orta
Lago Orta em Itália © lavidaesmara

Do azul brilhante da água, ao manto verde que veste as montanhas, a energia que se sente no Lago Orta é realmente fantástica e ali podes aproveitar o teu tempo livre para te deixares envolver pela natureza.

Neste artigo vamos levar-te numa viagem de 1 dia pelo Lago Orta, que coisas podes fazer e até como utilizar os transportes públicos para lá chegar. Estás preparado? Junta-te a nós em mais um capítulo sobre Itália.

Lago Orta San Giulio: Curiosidades

Lago Orta
Lago Orta © lavidaesmara

O Lago Orta – com 1.3 km3 de volume – é um dos locais menos conhecidos em Itália e, por ser relativamente pequeno, acaba por passar despercebido quando comparado com o Lago Maggiore, o Lago de Como, o Lago de Garda ou mesmo o Lago Iseo, também eles no norte.

A sua vila mais conhecida é Orta San Giulio, muito graças aos seus edifícios pitorescos. Conta-se ainda boa acessibilidade com a Isola di San Giulio, a apenas 400 metros da costa, que todos ansiam conhecer.

É ali que vais encontrar excelentes restaurantes e pizzerias, lojas de artesanato, arcadas elegantíssimas e várias gelatarias que tantos turistas apreciam. É realmente o cenário ideal para umas férias românticas e não é por acaso que já fez parte do imaginário cinematográfico nomeadamente no filme “A Correspondência”, do italiano Giuseppe Tornatore e protagonizado por Olga Kurylenko e Jeremy Irons.

Lago Orta
Lago Orta © lavidaesmara

Vale mesmo a pena visitar o Lago da Orta e perder-se nas suas ruelas, para sentir a sua energia. Podes passar umas horas ou alguns dias neste local, sobretudo se estiveres à procura de tranquilidade e de uma fuga à vida repetitiva e angustiante das grandes cidades.

O que ver na vila Orta San Giulio em Itália?

A vila Orta San Giulio está situada na província de Novara, em Piemonte. Esta região na verdade é das mais peculiares de Itália, onde rapidamente encontramos montanhas muito verdes, os Alpes, mas também lagos.

Demorámos um pouco a chegar até ao centro histórico de Orta San Giulio, uma vez que decidimos fazer uma extensa caminhada à beira lago desde a estação de comboios Orta-Miasino. Mesmo assim, foi uma experiência surpreendente, porque o lago acompanhou-nos em cada passo dado. Estás pronto para iniciar viagem connosco?

Piazza Motta em Orta San Giulio

Piazza Motta
Piazza Motta em Orta San Giulio © lavidaesmara

Depois da caminhada pela Passeggiata junto ao lago, chegámos finalmente de Orta San Giulio. Falamos da tão popular Piazza Motta, por onde passam inúmeros turistas. Conta com o belo Palazzo Broletto – igualmente conhecido como o Palazzo della Communità – com uma torre sineira e arcadas mágicas que saltam imediatamente à vida.

Palazzo della Communità
Palazzo della Communità © lavidaesmara

É aqui que te poderás deliciar com um gelado, com uma boa pasta italiana ou com uma icónica pizza. Nós decidimos comprar umas fatias de pizza e saboreá-las num dos bancos desta praça com vista para a Isola de San Giulio. É realmente uma sensação única que dificilmente se conseguirá explicar apenas por palavras. Itália não se escreve, vive-se!

Lago de Orta
Restaurantes para comer em Orta San Giulio © lavidaesmara

Villa Bossi em Orta San Giulio

Villa Bossi
Villa Bossi em Orta San Giulio © Wikimedia Commons

Outros dos locais que vai despertar o teu interesse é a Villa Bossi, onde se encontra a Câmara Municipal. Com entrada gratuita, a Villa Bossi tem um jardim realmente florido, muito bem cuidado. Além disso, dispõem de pinturas da autoria de Rossetti e Cantalupi que datam dos séculos XVII e XVIII. Uma experiência artística à beira lago.

Igreja de Santa Maria Assunta

Igreja Santa Maria Assunta
Igreja Santa Maria Assunta em Itália © Wikimedia Commons

De costas voltadas para a montanha e com vista panorâmica para o lago encontramos a Igreja de Santa Maria Assunta de Orta San Giulio.

É necessário subir uma escadaria até à Igreja desde a Piazza Motta até esta Igreja, célebre pelo fresco “Procissão de Carlo Borromeo em Milão”, de Giulio Cesare Procaccini. A vista para o Lago da Orta é de uma delícia.

Santa Maria Assunta
Vista desde a Igreja de Santa Maria Assunta © Wikimedia Commons

Isola di San Giulio: O que ver?

A única ilha do Lago Orta é a Isola di San Giulio, cujo nome é obviamente uma referência a São Júlio. Este santo é uma celebridade no local e os seus restos mortais estão na ilha mais precisamente na Basílica di San Giulio – o que nos deixou um pouco apavorados.

Segundo a lenda, o santo terá fugido da Grécia, chegou ao local no ano 390 d.C. apenas com um manto e uma bengala que utilizou para combater dragões. Com a força das suas palavras, cumpriu a sua tarefa de evangelização num local outrora pagão e fez nascer a sua Igreja.

A Basílica di San Giulio terá sido a 100ª igreja fundada pelo santo juntamente com o seu irmão Juliano, no entanto a igreja original já não existe e foi substituída no século XII por uma igreja romântica. Durante a época medieval, a ilha serviu inclusive de ponto estratégico e como residência oficial de Berengário II, rei de Itália, que construiu ali um castelo, do qual só restam algumas fachadas e ruínas.

Basilica di San Giulio no Lago Orta

No interior da Basilica di San Giulio no Lago Orta, poderás encontrar vários frescos dos Quatro Evangelistas e algumas representações de Guilherme de Cluny, um reformador litúrgico nascido na ilha em 962 – que certamente estão a precisar de alguns cuidados adicionais.

A fachada da igreja salta à vista e a sua torre sineira é praticamente uma referência quando pensamos no Lago Orta. Ficámos a saber ainda que a 31 de janeiro decorre uma enorme celebração em honra ao santo e que na Ilha de San Giulio vivem apenas as Irmãs Beneditinas de Claustro. De qualquer maneira, existem alguns edifícios que passaram de geração em geração e que hoje recebem algumas pessoas durante períodos muito específicos do ano, sobretudo durante o verão ou festividades.

Barcos Isola San Giulio
Serviços de barco na Isola San Giulio no Lago Orta © lavidaesmara

Embora seja uma ilha no meio do lago, a Isola di San Giulio tem realmente bons acessos até à costa. Na Piazza Motta poderás encontrar pequenas embarcações que fazem a viagem todos os dias, desde as primeiras horas da manhã até às 18h. Os intervalos entre viagens são mínimas. Podes também fazer um percurso sobre as vilas mais antigas do lago.

Sabias que a Isola de San Giulio é a Ilha do Silêncio?

Mesmo assim, é muito particular pela Isola de San Giulio, um local de relevância histórica e onde poderemos encontrar algumas casas habitadas pontualmente, ruas dedicadas à palavra “silêncio”. Aliás, a ilha de San Giulio é mesmo referida como “Ilha do Silêncio“. Ao longo dos seus 275 metros de comprimento e 140 metros de largura, é fácil encontrar pelas ilhas várias placas dedicadas ao silêncio.

Placa em Isola San Giulio
Uma das placas na Isola San Giulio em Itália © lavidaesmara

A ilha deve ser entendida como um espaço de oração e meditação e um lugar deslumbrante para encontrar-se com a sua própria alma. Tivemos a necessitada de parar para refletir o que significava cada expressão – algumas placas conseguimos fotografar. Para sentires ainda mais a energia da ilha recomendamos-te a leitura do livro “Era Duas Vezes o Barão Lamberto”, da autoria de Gianni Rodari natural de Omegna.

Como ir até à ilha San Giulio no Lago Orta?

Para ir até à Isola di San Giulio terás que apanhar os pequenos barcos que fazem o serviço público de ida e volta desde Orta San Giulio. Os bilhetes custam 4,5€ para ida e volta e a viagem demora menos de 5 minutos.

Isola San Giulio
Passeio de barco até à Isola San Giulio © lavidaesmara

Caso queiras pagar o bilhete com notas ou moedas deves comprar o bilhete junto do cais. No caso de preferires pagar com cartão terás que te deslocar ao posto de atendimento ao cliente que se situa no início da escadaria para a Igreja de Santa Maria Assunta.

Sacro Monte di Orta

Saco Monte no Lago Orta
Igrejas do Sacro Monte em Orta San Giulio © Wikimedia Commons

Depois de explorado o centro histórico de Orta San Giulio, decidimos continuar a nossa caminhada pela zona montanhosa da vila.

Foi então que chegámos ao Sacro Monte D’Orta, que integra a lista de 9 montanhas sagradas dos Alpes de Piemonte e Lombardia e a lista de Património Mundial da UNESCO. Ali encontra-se outro dos espaços de oração mais conhecidos da região de Piemonte, tendo sido feito em honra de São Francisco de Assis.

Contam-se, na realidade, 20 capelas que pouco a pouco fazem-nos alcançar a igreja principal. Esta montanha do Lago Orta é a única das montanhas sagradas dedicada exclusivamente a um santo. Não é só a sua beleza exterior que nos conquista, como também o interior, onde encontramos várias esculturas e 900 frescos – número realmente impressionante! Estávamos um pouco exaustos do nosso dia no Lago Orta e acabámos por não tirar tantas fotografias.

Sacro Monte
Sacro Monte em Orta San Giulio © Wikimedia Commons

É seguro fazer praia no Lago Orta em Itália?

Após uma caminhada mais histórica no Lago Orta foi a vez de irmos a banhos. Passamos uma tarde de praia no Lago Orta junto a Passeggiata e estendemos a nossa toalha junto a uma pequena escadaria.

Não é provavelmente o lugar mais idílico de Itália, mas com o calor que se fazia sentir, pouco habitual para a região de Piemonte, sentimo-nos bastante confortáveis com o mergulho.

Curiosamente, existem outras praias no Lago Orta e que valerá a pena sobretudo para os dias mais quentes do verão.

  • Lido Di Gozzano: esta é a praia mais extensa do Lago Orta e a mais frequentada, que fica na zona de Buccione. Aqui podes alugar várias espreguiçadeiras. Tem ainda o trampolim de lago mais alto da Europa;
  • Praia Miami: bem perto da via Novara que te leva até à vila de Orta San Giulio encontramos uma das praias mais bonitas do Lago da Orta, cujo nome é bastante particular e promete despertar a atenção dos amantes de banhos;
  • San Maurizio d’Opaglio: aqui encontram-se uma série de praias, a praia Pascolo, a praia Porto di Lagna e a praia Prarolo.

O Lago da Orta conta com águas calmas, mas infelizmente não a recomendaríamos a crianças sem supervisão, pelo menos nas suas zonas mais profundas.

Um museu do cinema ao ar livre em Orta San Giulio

Lago Orta
Imagem de Pão, Amor e Fantasia com Gina Lollobrigida e Vittorio De Sica © lavidaesmara

Talvez por esta não esperavas. No local designado de Vecchia Stazione (antiga estação central) de Orta San Giulio existe agora um museu do cinema ao ar livre, com vários murais dedicados a alguns dos mais emblemáticos filmes da história do cinema italiano. Foi uma boa surpresa porque conseguimos reavivar a nossa memória para o melhor da 7ª arte naquele país.

Assim, o cinema é colocado em paredes de edifícios do Lago Orta e atualmente poderás contemplar cerca de 45 frescos. Curiosamente, desde a eclosão do cinema italiano vários foram os filmes rodados no Lago Orta como “Adeus às Armas” ou “Arroz Amargo” (Giuseppe De Santis, 1949) protagonizado por Vittorio Gassman, Raf Mallone, Dóris Dowling e a icónica Silvana Mangano a quem é dedicada uma enorme fachada no Lago Orta. Brevemente retomaremos a este filme!

Lago Orta
Silvana Mangano no mural de “Arroz Amargo” © lavidaesmara

Lago Orta: Localização no mapa

No mapa acima podes contemplar a localização da comuna de Orta San Giulio. Se realmente gostas de viagens por lugares com poucos turistas, tens de visitar o Lago Orta.

Como chegar ao Lago da Orta desde Turim?

Nós utilizámos o comboio desde Turim para visitar o Lago Orta. Precisas de apanhar o comboio em Torino Porta Susa em direção a Milão, mas sair em Novara. Aí, deverás trocar de comboio e apanhar o transporte que parte para Domodossola. A tua estação final será Orta-Miasino.

 Isola di San Giulio
Vista para a Isola di San Giulio © lavidaesmara

O bilhete custou-nos 9,70€ por pessoa e demorámos aproximadamente 2 horas de ida e outras 2 horas de volta. O Lago da Orta fica a 135 quilómetros de Turim, capital de Piemonte.

Como chegar ao Lago da Orta desde Milão?

O Lago da Orta está perto de Milão, a apenas 70 quilómetros de distância. Caso queiras ir de Milão ao Lago Orta precisas de apanhar o comboio que parte até Torino Porta Nuova e sair em Novara.

Ali, fazes exatamente o percurso descrito acima, ou seja, terás que apanhar o comboio com direção a Domodossola e sair em Orta-Miasino. Contudo, conta com mais paragens em cidades vizinhas a Milão e, portanto, o trajeto demorará cerca de 2h20 a ser percorrido.

Queres conhecer mais sobre Piemonte? Fica atento aos nossos artigos onde vamos falar desta região. Prometemos um verão cheio de artigos e de sugestões interessantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.